Arquivo da categoria: new media

Como chegar a 50000 clientes com 1€

facebook anuncios

A tecnologia sofreu tantas melhorias que mudou o mercado da promoção e neste momento qualquer empresa consegue chegar a 50000 possíveis clientes por apenas 1€.

O Facebook é uma ferramenta de comunicação extremamente poderosa. A meu ver a mais poderosa que as empresas, especialmente as micro pequenas e médias, alguma vez tiveram ao seu dispor.

Há alguns anos atrás era impensável que as empresas conseguissem ter Continuar a ler

Resumo das Conversas de Comunicação Digital

conversas comunicacao marketing digital
Dia 18 de Abril de 2012 estive no ISCIA de Aveiro, acompanhado do Pedro Costa para falar um pouco de Comunicação Digital.
Em vez de ser Eu comentar como foram as conversas, deixo aqui um texto magnífico da Andreia Lemos, que descreve na perfeição o que por lá se passou:

“O ISCIA (Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração) promoveu esta quarta feira, a iniciativa «Conversas de Comunicação Digital», uma aula aberta à comunidade, assim convidada a refletir sobre o presente e o futuro de uma das mais prementes necessidades humanas: a de (se) comunicar.
Para falar sobre as novas formas e plataformas de comunicação, as docentes organizadoras do evento, Dina Baptista e Adriana Oliveira, convidaram dois gestores de comunidades virtuais, o webdesigner João Bem e o jornalista Pedro Costa.
Numa sala de aulas completamente esgotada, o poder de uma das mais bem-sucedidas redes sociais, o Facebook, era evidente: sem um único cartaz, a iniciativa, apenas divulgada na rede criada por Mark Zuckerberg, conseguiu atrair mais participantes do que muitos eventos semelhantes, divulgados nos chamados media tradicionais.
João Bem arriscou uma explicação para o fenómeno: o Facebook, garante, “é como um grande churrasco, onde cada um encontra o que procura, ouvindo, partilhando e Continuar a ler

A EDP e o Facebook

[singlepic id=599 w=450 h= float=]

A EDP criou uma crise de comunicação ao apagar uma publicação e banir uma utilizadora da sua página de Facebook.

Numa altura em que a empresa passa a imagem de que não precisa de ter um logótipo verde porque é uma empresa verde, apagar uma publicação apenas porque é critica da política de barragens é um “tiro no pé”.

A causa verde tem cada vez mais importância no consumidor actual e tendo em conta o cenário de crise em que aumentos de electricidade na ordem dos 30% são divulgados pela imprensa, colocam a EDP na linha da frente para ter uma crise de comunicação grave.

DEVE OU NÃO A EDP ESTAR NO FACEBOOK?
A questão de apagar este tipo de publicações é para mim errada, mas o mais importante nesta altura é discutir se a EDP ( e outras empresas deste tipo) devem marcar presença oficial no FACEBOOK, e se marcarem qual deverá ser a sua postura: Mural aberto ou mural fechado?

A questão da presença no Facebook de empresas como a EDP é muito sensível e tem de ser entendida tendo em conta o objectivo da activação da presença nesta plataforma. Para uma empresa desta dimensão, criar um plano de crise que abranja todos os cenários de uma possível intervenção negativa por parte dos fãs é praticamente impossível.

Se a opção passar por estar presente no Facebook, empresas como a EDP devem ter em atenção que as crises podem acontecer a qualquer hora e terão de estar preparados para ela. Isso só acontece se tiverem uma equipa de community managers que garante uma gestão da página de Facebook durante 24 horas, 7 dias por semana, 365 dias por ano (24/7/365). Isto porque como aconteceu este fim de semana na página de Facebook da EDP, as páginas deste tipo de empresa não podem ficar “abandonadas” durante 2 dias.

Acredito que o que se está a passar com a EDP se vai tornar num excelente exemplo e caso de estudo para a gestão da presença no Facebook para diversas empresas nacionais.

O futuro da sua empresa não está no Facebook

[singlepic id=586 w=320 h=240 float=]

“O futuro da sua empresa não  está no Facebook” é o nome do artigo que escrevi para a revista Dinâmica da ACIB (Associação Comercial e Industrial da Bairrada) no ambito do seminário Bairrada Digital Dois Ponto Zero onde inverti como orador.

No seminário falei um pouco de como as empresas ainda hoje querem ter um site online, mas descuram pontos básicos de enorme importância em termos de SEO, que fazem toda a diferença entre o sucesso e o insucesso da presença empresarial online.

No artigo o objectivo passou por abordar a questão da transparência na presença nas redes sociais em geral e  no Facebook em especifico.

Uma rede social é um lugar de comunicação por Continuar a ler