boa música portuguesa de borla

The Bombazines – This Song Is For Tomorrow from The Bombazines on Vimeo.

Henrique Amaro volta a fazer serviço público em favor da musica nacional e desvenda uma série de novas boas bandas na série optimus discos, em que são oferecidos para download legal e gratuito EP’s dessas bandas.

Entre os artistas que participam nas duas séries do optimus discos destaco Mazgani, The Vicious Five, Coldfinger & Friends, Real Combo Lisbonense, Rui Maia (Ex-Wife), Tiago Gomes e Tó Trips e em especial os >BOMBAZINES.

Os BOMBAZINES são uma banda originária da cidade do Porto que junta alguns elementos de bandas influentes da cena musical da Invicta como os Sloopy Joe, Zen, Lucky Stereo, etc…
Sendo eu fã de muitos anos dos ZEN e tendo um especial carinho pelo caos dos Sloppy Joe, ouvi com especial atenção o álbum deles que é disponibilizado gratuitamente pela optimus discos.

Estava à espera do rudeza característica que o vocalista e o baixista dos Zen costumam emprestar aos seus projectos, a surpresa veio da maturidade vocal da Marta Ren e do uso dos teclados que dão uma harmonia muito interessante ao som marcadamente funk.
Por vezes fez-me sentir que estava a ouvir os Rage Against The Machine nos anos 70.

Os Bombazines para além de boa música tÊm uma bela imagem gráfica que foi escolhida através de um concurso de ideias lançado pela mangacurta que foi ganho por um colega de profissão que fez um óptimo trabalho.

Espero ver os The Bombazines em breve em concerto pois pelo que vi, em vídeo e pelo que conheço dos concertos das bandas em que os elementos tocavam, deve ser um concerto bem intenso e dançável. 🙂

O design gráfico de todo o projecto Optimus discos é muito interessante.

Artigos semelhantes

2 comentários a “boa música portuguesa de borla

  1. Rita Fonseca

    A música popular portuguesa está de muito boa saúde e recomenda-se! A Naifa, Deolinda e OqueStrada são três bons exemplos dessa vitalidade. Todos diferentes e com um cunho bastante próprio, contribuindo para aprimorar (e diversificar, por que não também?!) o nosso património musical. Confesso que, talvez por serem mais recentes e por eu ser um nadinha dura de ouvido, os OqueStrada custaram mais a entrar. É óbvio que essa mistura de fado, jazz, pop, sons balcânicos e mediterrânicos só muito dificilmente entra à primeira… Mas já cá têm um lugar no coração! Foi precisamente a ouvir uma entrevista com eles que descobri esta pérola da música e da rádio online: http://cotonete.clix.pt/

  2. João Bem Autor do artigo

    Muito bom gosto Rita.
    Todas as bandas que falaste são excelentes. A minha predilecta são mesmo os Naifa.
    Noutro tom mais rockeiro o Lengendary Tiger Man é o verdadeiro Rock n’ Roll Man e deixaria verdes de inveja muitos rockers americanos. Adoro o trabalho dele, a solo e nos Wray Gunn.
    A verdade é que a música a nível mundial está muito bem. O que está mal são as editoras, mas parece-me que a maioria dos artistas já percebeu que pode passar muito bem sem elas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *