A EDP e o Facebook

[singlepic id=599 w=450 h= float=]

A EDP criou uma crise de comunicação ao apagar uma publicação e banir uma utilizadora da sua página de Facebook.

Numa altura em que a empresa passa a imagem de que não precisa de ter um logótipo verde porque é uma empresa verde, apagar uma publicação apenas porque é critica da política de barragens é um “tiro no pé”.

A causa verde tem cada vez mais importância no consumidor actual e tendo em conta o cenário de crise em que aumentos de electricidade na ordem dos 30% são divulgados pela imprensa, colocam a EDP na linha da frente para ter uma crise de comunicação grave.

DEVE OU NÃO A EDP ESTAR NO FACEBOOK?
A questão de apagar este tipo de publicações é para mim errada, mas o mais importante nesta altura é discutir se a EDP ( e outras empresas deste tipo) devem marcar presença oficial no FACEBOOK, e se marcarem qual deverá ser a sua postura: Mural aberto ou mural fechado?

A questão da presença no Facebook de empresas como a EDP é muito sensível e tem de ser entendida tendo em conta o objectivo da activação da presença nesta plataforma. Para uma empresa desta dimensão, criar um plano de crise que abranja todos os cenários de uma possível intervenção negativa por parte dos fãs é praticamente impossível.

Se a opção passar por estar presente no Facebook, empresas como a EDP devem ter em atenção que as crises podem acontecer a qualquer hora e terão de estar preparados para ela. Isso só acontece se tiverem uma equipa de community managers que garante uma gestão da página de Facebook durante 24 horas, 7 dias por semana, 365 dias por ano (24/7/365). Isto porque como aconteceu este fim de semana na página de Facebook da EDP, as páginas deste tipo de empresa não podem ficar “abandonadas” durante 2 dias.

Acredito que o que se está a passar com a EDP se vai tornar num excelente exemplo e caso de estudo para a gestão da presença no Facebook para diversas empresas nacionais.

Artigos semelhantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *