2 perguntas chave para avaliar os especialistas / gurus em redes sociais

guru facebook

As redes sociais são um fenómeno recente, mas que veio para ficar. Lembro que o Facebook, que hoje tem mais de mil milhões de utilizadores em todo o mundo, foi lançado a 4 de Fevereiro de 2004.
Em pouco mais do que 8 anos é impossível haver especialistas nesta rede social. No entanto não faltam “profissionais” a auto intitularem-se como gurus, especialistas e demais títulos subjectivos.

Na realidade o que existem são bons e maus profissionais. E como nas redes sociais a maioria dos objectivos é mensurável, nada melhor do que analisar os dados das redes geridas para aferir da qualidade da comunicação e da capacidade de criar e fomentar relações numa comunidade.

Para analisar e perceber a validade de um determinado profissional de redes sociais para o seu projecto basta que faça 2 perguntas chave:

– Que resultados, mensuráveis e específicos, alcançou com a gestão de comunidades que fez?

Com a resposta a esta pergunta vai perceber se o profissional trabalha para objectivos, se tem uma estratégia para os alcançar, se monitoriza os resultados e por fim se alcança os resultados a que se propõe.

– Com que tipo de empresas trabalhou?

Com a resposta a esta pergunta vai perceber se a gestão de redes sociais que o profissional faz se adequa às suas necessidades. Isto porque a gestão e estratégia de comunicação em redes sociais varia de empresa para empresa. Não existe um template ou padrão que possa ser replicado. Caso o profissional desenvolva trabalhos em redes sociais de empresas com áreas de actuação muito diferentes das da sua empresa, estude se as estratégias podem ser adaptadas à sua comunicação.

Apesar serem 2 perguntas simples, se devidamente respondidas e a suas respostas estudadas por si, terá acesso a informação suficiente para avaliar as reais mais valias que um profissional de redes sociais pode gerar para a sua empresa.

Artigos semelhantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *